Trabalho de Au Pair. Perguntas e respostas, entenda.

Aconteceram muitas polêmicas ultimamente envolvendo quem trabalha como Au Pair, principalmente em Dublin.

Relatos abordaram a exploração além das tarefas acordadas e até mesmo de abusos por conta dos patrões. Diante dos fatos, resolvi perguntar a uma amiga que faz intercâmbio na Irlanda e trabalha há 8 meses de Au Pair, suas experiências e seu ponto de vista. Acompanhe.


1 – O que é o trabalho de Au pair?

Au Pair é o trabalho de babá, porém, com a opção de morar com a família e economizar no aluguel.

2-  Quais os serviços que estão inclusos e os que não estão?

Tudo é esclarecido no dia da entevista, onde será combinado o que será feito. Basicamente envolve cuidados com as crianças, como: no café da manhã, levar e buscar na escola, ajudar no dever de casa. Contudo, muitas vezes as familias pedem para que a Au Pair prepare o jantar e cuide das roupas de todos da casa.

3 – Sobre a Carga horária, geralmente são quantas horas?

Como estudante, só se pode trabalhar 20 horas semanais e durante as férias se estende para 40 horas.
No entanto, a maioria das famílias procuram por alguém que aceite trabalhar 50/60 horas por semana, o que pode ser pago extra, mas de fato não acontece.

4 – Quanto tempo trabalha de Au pair?

Trabalho de Au Pair há 8 meses dos quais 6 fui Live in (morava com a familia).

5 – Como é pago? Hora? Dia? Qual a Média?

Na lei o trabalho de Au Pair se encaixa como trabalho doméstico, deve ser pago o salário minimo de € 9,15 a hora.
A família tem o direito de descontar o valor de 54,13 por semana referente a alimentação e acomodação, mas, na prática acaba não acontecendo.

As familias oferecem um valor semanal que se torna inferior ao que deveria ser pago. ;(

6 – Me fale um pouco da sua rotina diária?

Cuido de 3 meninos e atualmente não moro com a família. Quando chego na casa por volta de 8 horas eles estão terminando o café da manhã, o mais velho tem 6 anos e vai para escola todos os dias, então fico a maior parte do tempo com os gêmeos de 2 anos. Durante o dia, brincamos e almoçamos juntos, em seguida buscamos o irmão mais velho na escola.

A mãe chega por volta das 15h e então já estou liberada. Sobre o serviço doméstico, apenas coloco a louça suja na máquina de lavar e me certifico que os brinquedos estejam guardados antes de ir para casa. É só.

trabalho-de-au-pair-02 (2)

7- Para trabalhar de Au Pair, qual o primeiro passo?

A pessoa precisa gostar de crianças e ter paciência para lidar, pois também estará participando da educação delas, visto que, precisa estar disposta a aceitar uma nova cultura e regras.

8 – Onde encontro vagas?

Existem ótimos sites com vagas para Au Pair e são totalmente grátis.
Alguns deles são:

www.aupairireland.ie/
kangarooaupair.com/ie
www.rollercoaster.ie
www.aupairworld.com/en
www.mindme.ie

Há também um grupo no facebook chamado Au Pairs in Dublin, onde é possivel oferecer o serviço e encontrar famílias.

9 – Ultimamente, tem se falado muito sobre o lado negativo de Aur Pair, como os assédios sofridos, os excessos de trabalho durante a jornada combinada, entre outros pontos que muitas meninas que tiveram essa experiência relataram. Já aconteceu alguma situação parecida? Ou conhece alguém?

Nunca tive problema em relação ao assédio e também não conheço ninguém que tenha passado por isso. As famílias sempre foram muito respeitosas, já trabalhei algumas vezes mais do que o combinado, porém, eles me pagavam extra ou trocavam por folga.

As meninas que sofrem esse tipo de abuso não devem ficar caladas. Devem ir ao Migrant Rights Centre Ireland (MRCI) em busca de apoio. Eles ouvirão a denúncia, investigarão e tomarão as medidas cabíveis para o caso.

10 – Como classifica esse trabalho?

O trabalho de Au Pair é uma ótima oportunidade para quem está no intercâmbio. Aprendemos uma nova língua, mergulhamos na cultura local e muitas vezes nos tornamos parte da familia também. Uma ótima experiência. 😉

 

Francieli respondeu as nossas perguntas e contou um pouco da sua história como Au Pair. 🙂 Se você tem uma para contar, envie para nós – europamosoficial@gmail.com

Co-Fundadora e Ceo do Europamos. Mãe do Pedro, Carioca que fala "bixcoito" e portuguesa com muito orgulho. Publicitária, Pós Graduada em Gestão Empresarial e apaixonada em viajar, tem como meta dar a volta ao mundo. Mas por hora, encara o maior desafio da sua vida junto com a sua família na Irlanda.