O que saber antes de visitar Roma - Europamos
roma

O que saber antes de visitar Roma

Há expectativas culturais e tradições que você espera que atente em qualquer lugar que você viaje, se tratando de Roma, possa ter ainda mais regras do que o habitual. Quando se trata de refeições, comportamento em público e transporte na cidade. Vamos te ajudar com algumas dicas para garantir uma visita fácil e agradável à cidade.

Leia mais para descobrir coisas que você deve evitar em uma viagem a Roma.

Não coma e caminhe

As refeições são sagradas na Itália e os italianos são infames por demorar em refeições longas, tanto no almoço como no jantar.

Embora a comida de rua seja um conceito popular que tenha surgido em toda a cidade, você ainda pode esperar vagar um banquinho em um estabelecimento informal e apreciar sua refeição.

Os italianos não comem ou consomem bebidas quando estão caminhando pelas ruas. Ah! Sorvete é excluído desta regra.

Não espere para comer

Dito isto, quando você está sentado em um restaurante, é uma prática comum começar a comer logo que seu prato chega, mesmo que você seja o primeiro a ser servido. Educadamente pode dizer aos seus convidados que você irá esperar por eles, mas isso é apenas para demonstrar seus bons costumes.

Os italianos sempre dirão para ir em frente e para comer antes que fique frio: Até porque comer comida é um ritual social e cultural verdadeiramente importante e deve ser apreciado, então é melhor comer sua comida quentinha. 😉

Não peça um cappuccino após o meio dia

Esta é indiscutivelmente a regra da comida italiana mais famosa: não peça um cappuccino após o meio-dia. Os cappuccinos são considerados um café do café da manhã e são muitas vezes consumidos pela primeira vez pela manhã com uma massa doce.

Após o almoço, pensa-se que a alta proporção de leite impede a digestão. Essa é a razão pela qual eles encomendam café preto e digestivi – licores depois do jantar.

A digestão é de extrema importância e os italianos acreditam que se beber um cappuccino com o estômago cheio será muito pesado.

Caso você precise de um pouco de leite no seu café, opte por um café macchiato a qualquer hora do dia (embora os italianos lhe digam que o leite interfere com o verdadeiro sabor do café).

Não coma nas principais praças

A prefeita de Roma, Virginia Raggi, acabou de emitir uma proibição de comer e beber perto das famosas fontes da cidade. Isso pode parecer difícil para uma cidade com tanta herança cultural para se divertir ao ar livre, mas a manutenção histórica é cara e a cidade precisa fazer tudo o que puder para ajudar a preservar seus monumentos durante séculos.

A Escadaria de Espanha foi recentemente restaurada pela marca italiana de luxo Bulgari, um projeto que custou 1,5 milhão de euros, e Paolo Bulgari, seu presidente, até sugeriu que Roma criasse um portão para impedir que os “bárbaros” se sentassem em seus degraus.

As escadas aparentemente estavam cobertas de lixo e gomas de mascar. O jantar é uma experiência que deve ser feita na mesa, segundo os italianos.

Não se esqueça de verificar novamente os dias e horários de abertura dos locais

Como a maioria dos restaurantes são de gerência familiar, muitos estão fechados em um ou dois dias da semana para aproveitar seu dia de descanso, muitas vezes, o domingo ou segunda-feira, mas às vezes pode ser na quarta-feira. Verifique os horários das lojas antes de visitá-las, já que muitas estão fechadas nas manhãs de segunda-feira.

A maioria dos museus em Roma está fechado às segundas-feiras, com exceção dos museus do Coliseu e do Vaticano.

Roma não tem uma mentalidade 24/7, portanto, certifique-se antes do dia e da hora de abertura dos locais.

Não exagere

Uma taxa de “cobertura”, “ou coperto”, muitas vezes é incluída na conta e cobre o pão da mesa que é prontamente fornecido e será cobrado se você consumir ou não.

A gorjeta não é baseada em um cálculo preciso, mas geralmente é arredondada e estimada dependendo do preço, número de pessoas e nível de serviço.

Uma refeição de € 46 euros pode ser arredondada até € 50, enquanto uma refeição de € 120 pode ser arredondada para € 130, mas não há regras rígidas sobre o valor.

Não espere que o serviço ao cliente seja 100%

Uma queixa comum de viajantes, principalmente os americanos que visitam a Itália é o atendimento ao cliente que geralmente é de qualidade inferior.

Por uma série de razões culturais, incluindo salários mais baixos e mobilidade, bem como a importância do lazer e do tempo sobre a produtividade, o serviço ao cliente não é mantido com a mesma excelência na Itália, como é o caso em países mais comerciais.

Não seja tímido

Não tenha medo de pedir o que deseja ou expressar sua insatisfação. Os italianos são muito comunicativos e expressivos com seus desejos e infames por escolherem as coisas menores. Se um garçom lhe traz o prato errado, informe-o. Afirme-se educadamente, mas com firmeza.

Não se sinta apressado

A Itália é uma terra que prioriza o lazer, quer sejam longas semanas de verão na praia ou um almoço de domingo com a família. Não se sinta apressado para terminar a sua refeição e continuar com o seu dia – em muitos restaurantes você ainda pode pedir um prato por vez e os garçons raramente apresentarão uma conta até que você pergunte.

Não confie

Roma é uma cidade relativamente segura, mas a Itália é um pouco infame por seus carteiristas, então mantenha- se atento nos transporte público e nos locais turísticos.

As mulheres devem manter suas bolsas seguras enquanto estiverem no metrô ou nos ônibus e os homens deveriam manter suas carteiras nos bolsos da frente.

Pequenos roubos são comuns, mas os turistas que não estão preocupados e ou atentos são os mais propensos a serem alvos.

Não confie nos transportes públicos

Um dos maiores problemas de Roma é o seu sistema de transporte público: É lento, pouco confiável e longe do que você esperaria em uma capital.

Você deve comprar os bilhetes de ônibus com antecedência em um Tabacchi na cidade (loja de tabaco) e não diretamente no ônibus, mas a confusão não começa lá. As paradas de ônibus nem sempre são intuitivas, portanto, trace sua rota no Google antes de sair do wifi. Saiba que você pode esperar 30 minutos um ônibus, então se planeje. O metrô e os bondes são mais confiáveis do que os ônibus.

Não tenha medo de iniciar conversa

Os italianos são pessoas calorosas e gostam de falar, especialmente com os estrangeiros.

Não tenha medo de fazer perguntas, comentários e testar o seu italiano com os locais, especialmente no café, nos restaurantes e nas lojas.

Os romanos adoram fazer amigos internacionais e estão sempre ansiosos para praticar seu inglês, então é fácil fazer conexões enquanto viaja.

Explore caminhos pouco conhecidos

O encanto de Roma está em suas pequenas ruas sinuosas, cantos escondidos e surpresas inesperadas.

Mesmo dentro do centro histórico, virar um pequeno beco pode levá-lo para longe das massas e para um bairro muito local.

Trastevere, por exemplo, é conhecido por ser um refúgio para turistas, mas as ruas ao redor da igreja de Santa Cecilia (a oeste da linha do bonde) são mais silenciosas e têm uma sensação mais autêntica.

Vagueie até o final de Trastevere e você se encontrará em Monteverde, com uma grande maioria dos habitantes locais.

Há muitos bairros mais distantes do centro que merecem ser visitados exaltando o estilo romano, como Pigneto e Garbatella. Seu espírito aventureiro irá agradecer-lhe. 🙂

 

Fonte: Culture TRip

Co-Fundadora e Ceo do Europamos. Mãe do Pedro, Carioca que fala "bixcoito" e portuguesa com muito orgulho. Publicitária, Pós Graduada em Gestão Empresarial e apaixonada em viajar, tem como meta dar a volta ao mundo. Mas por hora, encara o maior desafio da sua vida junto com a sua família na Irlanda.