TOEFL ou IELTS? Qual exame fazer?

TOEFL ou IELTS? Qual exame fazer?

O TOEFL e o IELTS são exames para comprovar o seu nível de inglês. Mas agora, qual dos dois seria o mais recomendado? Essa pergunta é bastante questionada, mas não existe o mais recomendado, e sim, o que servirá melhor, dependendo de objetivos pessoais. Primeiro de tudo vamos entender como funciona cada um dos testes.

Toefl

O TOEFL é uma marca registrada da Educational Testing Service (ETS), sua nota vale apenas por dois anos e é solicitado por universidades que tem o inglês como primeira língua nas Américas. É um exame que avalia o potencial de falar e entender o inglês, durando aproximadamente 2 horas e 45 minutos, ele é dividido em 4 partes, speaking (11 a 15 minutos), listening (30 minutos para 40 questões), reading (60 minutos para 40 questões) e o writing (60 minutos para fazer duas redações). Sua pontuação vai de 0 a 120, com o mínimo de 61 pontos e o segredo de tirar uma nota boa é treinar muito.

Ielts 

O IELTS foi criado pela Universidade de Cambridge, administrado pelo British Council. Ele não tem validade, porém algumas universidades exigem com o prazo de 2 anos. O exame dependerá do que a instituição cobra, ele é aceito em todos os países que tem a língua inglesa como oficial, e, diferente do TOEFL, ele é aceito pelo Reino Unido. O IELTS é mais concreto e objetivo, precisando de muito mais informação e conhecimento. Ele possui o formato ‘academic’ para candidatos que irão realizar processo de admissão para graduação, mestrado e doutorado e o formato ‘general training’ para programas de treinamento profissional. A prova tem a mesma estrutura em diferentes tempos, sua nota vai de 0 a 9 pontos e o mínimo é 6; o speaking dura 20 minutos, o listening dura de 60 a 90 minutos para responder 34 a 51 questões sobre um diálogo, reading que dura 60 a 100 minutos para responder 36 a 70 questões, e, enfim, o writing que dura 50 minutos para uma redação expressando sua opinião sobre certo assunto.

Mas qual?

Ambos testes verificam habilidades e exigem preparação. Destinando ou residindo na Europa, o teste certo é o IELTS, sendo importante, caso haja uma universidade em vista, saber o que solicita. Esse teste exige mais preparação, base e conhecimento que o TOEFL. Não adianta “ter um inglês bom”, tem que praticar muito para tirar uma boa nota. Portanto, não só para estudantes, mas para quem deseja trabalhar fora, não só em países que tem a língua inglesa oficial, ter uma nota boa nesses exames deixa profissional bem visto pela empresa e é um jeito mais fácil de arrumar emprego.

Menina baiana que saiu da terrinha sabendo que o mundo é muito mais do que o seu quintal! Há um passo de se formar em Marketing, planejando sua ida para a Califórnia, é apaixonada por viajar, descobrir cantinhos encantadores e ir ao encontro de novas oportunidades que possam enriquecer o seu conhecimento e adquirir experiência.