portugueses_em-dublin

Cresce o número de Portugueses morando e trabalhando na Irlanda

Segundo dados da Eurostat, a partir de 2015 foi registrado um aumento recorde de portugueses que se mudaram para a Irlanda, escolhendo Dublin, a capital irlandesa para morar e trabalhar. Em diferentes perspectivas, mas com um ponto em comum, apostaram na ilha de esmeralda para recomeçar uma nova vida.

Viver na Irlanda é uma experiência transformadora, foi o que disseram ao Europamos dois alfacinhas e uma tripeira, e não deixamos de perguntar quais os motivos de muitos portugueses trocarem o sol, o calor, a qualidade de vida e a boa culinária de sua terra natal para viver na ilha.

Entre os dados, estão portugueses que vieram para estudar com a promessa de obter um emprego qualificado e galgar melhores salários, famílias que buscam boas escolas para seus filhos e assim poder oferecer a oportunidade de aprender uma nova língua, e os que investem em uma experiência inovadora, o intercâmbio.

Há quem acredite que a mudança de país quando é feita dentro da europa, é praticamente imperceptível. Nâ Na Ni Na Não! Quando você sai do seu conforto, tudo é novo, tudo é diferente e precisamos reaprender, assim como entender como será a nova rotina em um novo lugar, os primeiros meses não são fácies, todavia, é bastante enriquecedor e muito compensador quando estamos adaptados e chamando o local escolhido de lar.

Batemos um papo com a Ana de 29 anos, que está terminando seu doutorado em enfermagem e muito entusiasmada com mercado para sua área; o Duarte de 49 anos que se mudou com a família (sua esposa e dois filhos com idades de 11 e 4 anos) e também a Ofélia de 37 anos que vislumbrou a ascensão do mercado de TI no país e hoje trabalha em uma multinacional desenvolvendo software. Acreditar em uma promessa de vida melhor dentro de suas expectativas foi o que os impulsionou a trocar uma vida portuguesa pela terra dos leprechauns

O que atrai os portugueses na Irlanda?

Exceto o clima que não agradam os tugas que por cá vivem, a Irlanda compensa com:

  • Um excelente ensino primário e superior;
  • Os salários são superiores aos de Portugal;
  • Qualidade de vida;
  • Segurança;
  • Maiores oportunidades de emprego;
  • O convívio com a diversidade cultural.

Um ponto unânime citado pelos portugueses é em relação a educação e gentileza do povo irlandes, e brincadeiras à parte, ressaltam: Os irishs não tem “o hábito de queixar-se de tudo como os portugueses”.

E foram enfáticos quando perguntamos sobre custo de vida x salários:

Em Portugal, temos uma boa qualidade de vida, mas o dinheiro não sobra muito com os atuais salários praticados por lá. Na Irlanda temos mais oportunidades para guardar parte da renda e investir em um imóvel, um negócio e até mesmo para viajar frequentemente.

 

 

Co-Fundadora e Ceo do Europamos. Mãe do Pedro, Carioca que fala "bixcoito" e portuguesa com muito orgulho. Publicitária, Pós Graduada em Gestão Empresarial e apaixonada em viajar, tem como meta dar a volta ao mundo. Mas por hora, encara o maior desafio da sua vida junto com a sua família na Irlanda.