Como os comissários amenizam o frio dos passageiros sem cobertores no avião

Um truque simples, mas que funciona de verdade

frio_aviao
576

Na última semana entre um curto voo de Portugal para Dublin, a bordo de uma companhia aérea low cost, já com as portas fechadas e com a aeronave pronta para iniciar os procedimentos de decolagem, fui acometida por um frio devastador, imediatamente pensei: Serão duas horas de pura agonia.

O clima no Porto estava entre 12 e 17 graus, não tão frio para quem mora em Dublin e está acostumada com temperaturas negativas.

Em poucos minutos já dentro da aeronave, senti o meu corpo tremer, mãos, dentes e por mais que colocasse um “bom casaco” por cima o frio insistia.

Chamei a comissária de bordo e perguntei se havia alguma coberta para tentar me aquecer, ela disse que infelizmente para voos curtos não era possível.

Você deve estar se perguntando: Por que ela não pediu uma bebida quente para ajudar? Bem, depois desse post aqui, sempre levo a minha água e nem cogito a possibilidade de beber café e tão pouco chá a bordo.

A solução que um funcionário me ofereceu me pareceu um pouco estanha. Ele me trouxe uma garrafa com água quente e pediu para que eu colocasse entre o meu corpo e as minhas roupas, como se eu estivesse usando uma “bolsa de água quente”. Depois de receber algumas orientações como ter cuidado para não me queimar, segui sua orientação e… funcionou de verdade. Foi um alívio, assim consegui fazer a minha viagem quentinha e tranquila. 🙂

 

 

Comentários