Milhares de brasileiros foram impedidos de viver em Portugal

O governo impôs restrições para a entrada de imigrantes no país

Viagem mala de mão (Foto: Shutterstock)
964

Milhares de brasileiros tiveram o seu sonho de viver em Portugal interrompido, após a crescente procura por títulos de residência em 2017. Os números impressionam, são 62,3% de pedidos que foram recusados, ao todo 1.336 pedidos não tiveram a aprovação, segundo dados do SEF.

Portugal intensificou a fiscalização das suas fronteiras, totalizando mais de 18 milhões de pessoas que foram controladas, sendo 16 milhões nas fronteiras aéreas e 2 milhões em fronteiras marítimas, um aumento de 37,1% entre 2016 e 2017.

Leia mais

É possível conseguir emprego em Portugal ainda no Brasil?
Imobiliária responde dúvidas de como alugar casa em Portugal
Melhores sites de emprego em Portugal

O Brasil certamente foi o que mais sofreu com as recusas, seguidos de angolanos, paraguaios e venezuelanos. Os números divulgados pelo SEF, dão conta de mais de 85 mil cidadãos brasileiros em 2017, um número significativo, considerando que desde 2011 não se via tantos brasileiros morando em Portugal.

O cenário não é tão ruim quanto parece

Apesar das negativas, o SEF concedeu mais de 10 mil vistos de residência para brasileiros em 2017, sendo 2.378 pelo casamento. A maioria deles são de famílias que tentam se afastar da violência que aumenta a cada dia, buscando melhor qualidade de vida e educação para seus filhos. Além de brasileiros, cidadãos de Cabo Verde, Israel, Ucrânia e Angola, totalizaram  mais de 27 mil pareceres positivos.

O que preciso saber antes de morar em Portugal

Se você pretende começar uma nova vida em Portugal, tenha em mente que um bom planejamento é essencial e certamente será fator preponderante para que tudo aconteça de forma natural e acima de tudo legal. Leia o nosso artigo: Como se planejar e o que saber antes de morar em Portugal, que pode ajudar bastante como um planejamento inicial.

Comentários