Um blog com dicas e experiências sobre viagens pela Europa. Aqui contamos a nossa historia :-)

Homem mais rico da China declara guerra à Disney com parque Wanda

664

O conglomerado chinês Wanda, cujo proprietário, o magnata Wang Jianglin, declarou guerra à Disney, inaugurou neste sábado (28) na China seu primeiro parque de diversões, poucas semanas antes da abertura de um parque Disneyland em Xangai.

Esta “Cidade Wanda” de 2 km2 de superfície, situada em Nanchang (sudeste), inclui um imenso centro comercial com cinemas interativos, junto a um parque temático de 80 hectares, equipado com “as mais altas e rápidas montanhas russas” da China, e um parque aquático, segundo um comunicado do grupo.

O projeto representa um investimento de 22 bilhões de ienes (3,353 bilhões de dólares), afirma o texto.

Diante da “invasão” de culturas estrangeiras,queremos ser um modelo (…) e afirmar a força da influência dos chineses no âmbito cultural“, disse Wang Jianlin, fundador do Wanda, na cerimônia de inauguração do parque, informou a televisão oficial CCTV.

wanda-02

Foto: Forrec.ltda

Uma semana antes, Wang – o homem mais rico da China, segundo a revista Forbes – havia designado abertamente seu adversário: o gigante americano de entretenimento Disney, que abrirá em meados de junho em Xangai seu primeiro parque no continente.

A loucura por Mickey Mouse e Pato Donald (…) passou, a época na qual imitávamos cegamente a Disney terminou há anos”, disse Wang em uma longa entrevista à CCTV.




O Wanda anunciou claramente sua intenção de competir com a Disneyland. Depois do aberto em Nanchang neste sábado, o grupo chinês prevê construir outros seis parques na China nos próximos três anos, e chegar a 15 até 2020.

Queremos atuar de maneira que a Disney não possa ser rentável neste setor (dos parques de diversões) na China em 10 ou 20 anos“, insistiu Wang Jianlin.

wanda-03

Foto: Forrec.ltda

No entanto, os objetivos do Wanda parecem muito ambiciosos, segundo os especialistas, que criticam a falta de experiência do grupo chinês.

O contrário do grupo americano que se baseia na franquia de seus populares parques temáticos. O Disneyland de Xangai, que precisou de um investimento de 5,5 bilhões de dólares, será o sexto parque do grupo, e o quarto construído no exterior, depois de Paris, Tóquio e Hong Kong.

Na China, a Disney quer chegar a uma classe média em plena expansão, em um país onde acumula uma parte cada vez maior de suas receitas cinematográficas.

Mas o grupo Wanda não é inteiramente novo na área do entretenimento, depois de ter comprado a rede de cinemas americana AMC Entertainment Holdings em 2012 e criado braços nas áreas de produção de filmes, mídia impressa e investimentos em arte.

 

Leia Mais:

Vagas de trabalho para estrangeiros na Austrália. Confira.
Star Wars VIII – Filmagens já começaram na Irlanda
Conheça a futura “Disneyland” em Londres
Morando no exterior. Seja positivo e não desista.
União Europeia aprova diretiva que permite que estudantes internacionais possam trabalhar
Como morar fora de graça apenas cuidando da casa de alguém
Louvre: dez curiosidades sobre o museu mais visitado do mundo

 

Fonte: Globo.com

Imagens: Forrec Ltd

Comentários