Um blog com dicas e experiências sobre viagens pela Europa. Aqui contamos a nossa historia :-)

A Disney espera conquistar os chineses com o novo parque

517

A Disney inaugurou um parque gigantesco na China nesta quinta-feira. O complexo de entretenimento, na cidade de Xangai, é um projeto de cifras monumentais, impressionantes até mesmo para uma empresa conhecida pela grandiosidade de seus empreendimentos.

Apenas uma de suas atrações, inspirada na série de filmes Piratas do Caribe, demandou o trabalho de 100 mil pessoas para ser construída, de acordo com a direção do parque.
A jornalistas o presidente do grupo Disney, Bob Iger, disse que o complexo de quatro quilômetros quadrados tem dois hotéis e um lago – além da própria Disneylândia.
Para atender à demanda no primeiro dia de funcionamento, foram recrutadas 10 mil pessoas.
Milhares de artigos
Como no modelo construído nos EUA, o parque tem seis divisões temáticas.
As obras começaram em 2011, ao custo de US$ 5,5 bilhões, e consumiram 72 mil toneladas métricas de aço estrutural. Há 160 km de tubulações para água, esgoto, sistema de incêndio.




As cifras da Disney na China

  • US$5,5 bilhões Custo do parque
  • 10.000 Pessoas trabalhando no primeiro dia de funcionamento
  • 4 Quilômetros quadrados é a área ocupada pelo parque
  • 7.000 Tipos de produtos da Disney à venda no parque

A inauguração é um ambicioso plano da Disney para lucrar com o crescimento da classe média na China. Uma das linhas de frente desse projeto é a oferta de produtos com as suas marcas: nada menos que 7 mil tipos de artigos estarão à venda no parque.

Em seu site, a Disney diz que buscou também incorporar elementos da cultura chinesa à narrativa americana de suas atrações.

disney-china-03

 

Expectativas

Mas quantas pessoas visitarão o parque? A pergunta é crucial para a Disney. Há estimativas de que o total anual de visitantes poderia chegar a 10 milhões de pessoas por ano, a metade do número que passa pelas roletas de Magic Kingdom, a principal atração da Disney nos EUA.

Mas as expectativas são um tema delicado dentro da empresa americana. A Disney já tem um parque temático em Hong Kong e há quem acredite que a atração de Xangai irá roubar público da localizada na ex-colônia britânica.

Mas a inauguração desta quinta-feira deixa claro que as esperanças da organização criada ao redor do camundongo Mickey estão agora mais em Xangai do que Hong Kong. Até porque a cidade fica em uma das zonas mais prósperas e densamente populadas da China.

Segundo a Disney, no dia em que os ingressos para o parque começaram a ser vendidos (28 de março), sua página na internet recebeu cinco milhões de visitas em apenas meia hora.

A Disney Xangai é o quarto parque aberto pela empresa fora dos EUA – há outras “filiais” em Paris e Tóquio.

 

disney-china

Concorrência

Mas a nova Disney enfrentará uma concorrência de peso. Há apenas duas semanas, o magnata Wang Jianlin, o homem mais rico da China, inaugurou o Wanda City, um imenso parque temático. Localizado na cidade de Nanchang, no sudeste do país, o complexo custou US$ 3 bilhões.

Jianlin acena com a proposta de desafiar os modelos importados do ocidente com atrações baseadas na cultura tradicional chinesa.

O magnata deu entrevistas dizendo que “o tempo em que obedecíamos cegamente à Disney acabou“. Ele pretende abrir outros 15 parques na China até 2020.

Será suficiente para enfrentar o poder simbólico e econômico da empresa americana?

 

 

Leia Mais:

Troca da carteira de motorista Brasileira pela Portuguesa
Apple está em busca de Profissionais Brasileiros para trabalhar nos EUA
Usuários poderão trocar moedas entre si sem precisar de casa de Câmbio. Entenda
Concursos públicos em Portugal. Brasileiro pode se inscrever
Portugal escolhido por muitos brasileiros para morar. Veja os motivos
Contos de fadas? Não. A Irlanda
Conheça a futura “Disneyland” em Londres

 

Fonte: BBC

 

Comentários