Um blog com dicas e experiências sobre viagens pela Europa. Aqui contamos a nossa historia :-)

Com saída da União Europeia, veja quais os passaportes mais poderosos do mundo

169

Agora que a saída do Reino Unido da União Europeia tornou-se um fato consumado, os cidadãos britânicos têm outro “susto” pela frente: perderam posições no ranking dos passaportes mais poderosos do mundo.

Com medo de ficarem “ilhados”, muitos chegaram a dar entrada para pedir passaportes na Irlanda, a fim de manter as regalias de ir e vir pelos países da UE. De acordo com uma empresa de consultoria, porém, não é esse passaporte o mais cobiçado – e, portanto, poderoso – e sim o alemão.
A Alemanha aparece em primeiro lugar no ranking anual da Henley & Partners, seguido bem de perto pela Suécia. O estudo considera como mais poderoso o passaporte que permite viajar para o maior número de países sem ter de pedir visto. A Alemanha saltou para a primeira posição após fechar tratado com três nações e livrar seus cidadãos de idas a embaixadas.

O passaporte alemão garante entrada em 177 países sem emissão de visto, enquanto um viajante sueco tem acesso fácil a 176 países. Os americanos, por exemplo, não precisam de visto para viajar a 174 países, o mesmo que alguém da Bélgica, Dinamarca e Holanda.




Por enquanto, os britânicos conseguem viajar para 175 países, mas a situação deve piorar muito nos próximos dois anos – quando o governo terminar suas negociações com as autoridades europeias, que devem impor algumas barreiras em relação ao livre trânsito. Na lista atual, o Reino Unido ficou com o terceiro lugar no ranking, empatado com Finlândia, França, Itália e Espanha.

Na outra ponta da lista, como os passaportes que abrem menos portas, estão Afeganistão (acesso a 25 países), Paquistão (29), Iraque (30), Somália (31) e Síria (32).

O ranking anual da Henley é feito em parceria com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês) desde 2006.

Posição Passaporte Países (sem necessidade de visto)
1 Alemanha 177
2 Suécia 176
3 Finlândia, França, Itália, Espanha, Reino Unido 175
4 Bélgica, Dinamarca, Holanda, Estados Unidos 174
5 Áustria, Japão, Cingapura 173
6 Canadá, Irlanda, Luxemburgo, Noruega, Portugal, Coreia do Sul, Suíça 172
7 Grécia, Nova Zelândia 171
8 Austrália 169
9 Malta 168
10 República Tcheca, Hungria, Islândia 167

 

Fonte: Época Negócios

Comentários