intercambio-irlanda

Planejando o intercâmbio para Irlanda. O que preciso saber?

Estudando e trabalhando são os melhores meios para começar uma vida na Irlanda através disso é aberto um ramo de oportunidades. Aqui vai uma orientação de tudo que é necessário.

Começando pelos estudos…

O primeiro passo é escolher uma escola, certifique-se sobre a idoneidade da instituição, o que ela oferece, o que está incluso no pacote, horários e certificados. O curso de inglês escolhido deve ter uma carga horária mínima de 15 horas semanais.

Bom, encontrei uma que cabe no meu bolso e com a qualidade que eu precisava. E agora?

Não perca tempo e entre em contato, tire todas as suas dúvidas, deixe tudo registrado por e-mail, ok? Feito isso e sem dúvidas, chega a hora do pagamento, lembre-se que o curso precisa ser pago [ainda no Brasil] integralmente.

DICA IMPORTANTE: Se caso tiver pensando em entrar no país como turista e comprar o curso [superior aos 3 meses] depois, lembre-se que o seu passaporte terá o visto de TURISTA, logo, não será permitido a troca para o visto de estudante, o STAMP 2, e, sendo assim, não será possível comprar o curso por seis meses ou mais. Nesse caso, a única solução é sair do país e entrar novamente já com a escola paga. O bom é se planejar para o barato não sair caro. 😉

O que mais eu preciso saber?

Segundo a regra estabelecida pelo INIS (Irish Naturalisation and Imigration Service), para estudantes estrangeiros, isto é, que não sejam da união europeia, e que pretendem estudar no país por um período igual ou maior que seis meses, é necessário comprovar assim que chegar no país, na imigração, a renda mínima de 3 mil euros.

Mas se a sua estadia será entre 3 e 5 meses, a comprovação exigida é de 500 euros por mês. Lembre-se, tenha um planejamento em dia para não passar possíveis contratempos. 😉

Como levar essa grana?

Dinheiro

Tem seu lado bom, como a isenção de taxas, IOF. Mas por outro lado, como toda cidade grande, não está isenta de roubos ou furtos.

Travel Money

O famoso cartão de débito pré-pago. Também é possível realizar saques em bancos e caixas eletrônicos no exterior. Acaba sendo uma opção mais segura, contudo, paga-se IOF e sua taxa de câmbio é fixa no dia da compra.

Outros custos

GNIB

O GNIB é um certificado de registro da Garda National Immigration Bureau [a imigração da Irlanda].É um cartão obrigatório na Irlanda que comprova a sua permanência legal no país. Constam informações básicas como nome, nacionalidade, data de nascimento , além do seu tipo de visto. E quando for viajar para outro país, tenha o sempre em mãos [A falta dele na imigração pode comprometer suas economias…Hehehe].

Para tirar o GNIB é necessário o agendamento on-line. Certifique-se que está tudo organizado: Passaporte, comprovante dos 3 mil euros, carta da escola [ confirmando que você pagou o curso com a carga horária correta], seguro de saúde em inglês e comprovante da acomodação. O valor é 300 euros e pode ser pago na hora, será tirada uma foto e colhida as impressões digitais,

Dica: Dependendo da época que se escolha o intercâmbio, “a fila” pode ser grande, então, tente entrar no sistema após as 2h30 da matina, cruze os dedos para conseguir uma data próxima.

Acomodação + contas

Alugar uma casa na Irlanda não é uma tarefa tão fácil…. Antes de ir, entre nos principais grupos de estudantes no Facebook e fique atento as vagas. Chegue no país fazendo o máximo de amizades! E, antes de alugar um quarto ou a casa inteira, se pergunte qual o seu tipo de moradia.Estou preparado para dividir com 2, 3, 5, 10 ou mais pessoas em uma residência estudantil? Ou conviver em uma casa de família? Hostel? Casa de algum amigo? Airbnb? A sua opção será o termômetro para quanto você irá ter de despesas por mês.  Algumas escolas já incluem esses quesito no pacote, informe-se e veja a melhor opção.

O ideal é ter pelo menos umas 3 semanas reservadas seja qual for sua opção inicial, até encontrar seu cantinho definitivo. Lembrando que entre os meses de agosto e outubro tem uma procura maior dos estudantes.

Alimentação

A alimentação possui preços bem acessíveis, entre nesse post e confira as dicas.

Transporte

Contemple esse item na planilha fazendo parte da sua rotina se caso sua acomodação for afastada do curso.

Vestuário

Está preparado para o clima irlandês? Infelizmente é muito difícil encontrar roupas no Brasil compatíveis com o clima da ilha. Você até encontra em algumas lojas especializadas, mas o valor faz jus a essa difícil busca. Uma dica é reservar uma grana e comprar por aqui. Minha sugestão: Tenha 2 casacos, um para meia estação, mas que seja impermeável com capuz e outro para enfrentar as temperaturas negativas, então capriche no ‘forro” e claro, impermeável. Calçado waterproof pode ser uma boa pedida para a metade do ano que chove.

Plano de saúde médico privado

Contrate um plano com a cobertura mínima de 30 mil euros.

Lazer

Reserve uma graninha para conhecer esse lugar incrível com paisagens de tirar o fôlego. E claro, há quem diga que depois de umas pints o inglês flui que é uma beleza.

Ahhhh! Tenha o passaporte com validade mínima de seis meses 😉

 

Recapitulando… Fazendo o check list para apresentar na imigração

  • Carta da escola
  • Comprovação da quitação do curso
  • Seguro médico privado
  • Extrato da conta com o valor necessário para o período de 6 meses e ou em espécie
  • Comprovante do endereço no país
  • Passagem de volta [Nem sempre eles pedem, mas é melhor prevenir, né?]

 

E para trabalhar?

Frequentando um curso de pelo menos 25 semanas, com presença mínima de 85% das aulas, o estudante consegue trabalhar no período parcial, até 20 horas por semana e em tempo integral durante as férias, até 40 horas por semana em empregos informais, ajudando na manutenção, atendimento e assistência em diversas empresas, geralmente o que mais contratam são bares, restaurantes, hotéis, lojas, cafés e shoppings, além de melhorar a situação financeira dos estudantes, ajudam a enriquecer seus conhecimentos em inglês.

As lojinhas de second hand recrutam voluntários para trabalhar nos shops espalhados por toda cidade, não é remunerado, mas ajuda muito a melhorar o inglês.

 

Te espero na Irlanda

Antes de migrar, mesmo no Brasil transforme pelo mesmo metade do seu dia em inglês, isto é, aprimore seus ouvidos com o famoso accent Irish. Então, escute rádio, veja filmes, pode ajudar um bocado

Defina seus objetivos e esteja preparado para essa aventura e, além disso, faça muitos contatos para aumentar as oportunidades na Irlanda, isso vai ajudar muito.

 

Menina baiana que saiu da terrinha sabendo que o mundo é muito mais do que o seu quintal! Há um passo de se formar em Marketing, planejando sua ida para a Califórnia, é apaixonada por viajar, descobrir cantinhos encantadores e ir ao encontro de novas oportunidades que possam enriquecer o seu conhecimento e adquirir experiência.