Um blog com dicas e experiências sobre viagens pela Europa. Aqui contamos a nossa historia :-)

Por que meu peso te incomoda?

349

Passei a minha infância ouvindo meus avós me falarem: Essa menina está tão magrinha, se bater um vento, leva! Então vocês imaginam o drama dos portugas para ver aquela menininha com ‘dobrinhas’. A solução foi dar Biotônico Fontoura goela abaixo todos os dias para ver se engorda ou pelo menos chega ao status “peso de papel”.

Na adolescência não foi muito diferente, sempre quis doar sangue, mas… Estava sempre abaixo do peso e perdia a change de ajudar o próximo. ;( . Foi então que entrei para academia, fui em busca de alguns médicos para tentar me ajudar no que eu acreditava ser um ‘problema’.

O tempo foi passando, aos 20 e pouquinho me casei, o metabolismo mudou um pouco, mas nada absurdo! Lá eu estava em busca de uma Gym novamente, engravidei antes dos 30, engordei 15 kg, mas o menino mamava tanto que perdi 17 kg.

Hoje, depois dos 30 e se piscar faço 40, me encontro com um corpo totalmente fora do que eu sempre fui, além de ter descoberto um novo fator, a tireóide [Presente de família]. Claro, a minha vida deu uma guinada em muito pouco tempo e muitos foram os fatores que influenciaram nesse ganho de peso, a tensão para a nova vida, a minha adptação em um universo totalmente diferente e claro, a melhor parte, minhas viagens pelo mundo a fora.

Como ir a Portugal e não experimentar os pastéis de nata? E o típico bolinho de bacalhau? A baba de camelo é a minha sobremesa favorita.

baba-de-camelo

Viver na Irlanda ou Londres e não se permitir gostar do Fish & Chips [Peixe com batatas]?

fish-&-chips

Está na Itália e não se deliciar com uma bela massa e dá aquele beijinho na mão com os dedinhos juntinhos, não tem graça.

Sim, me permiti viver, curtir, experimentar em cada lugar o que a culinária pode me oferecer de melhor e com isso abri a minha mente para muitas coisas e pensei que realmente é muito triste você viver para agradar uma sociedade e querer estar bem para amigos e parentes. Eu acredito que a nossa vida tem fases e é importante e sábio você saber aproveitar de um jeito único, o seu.


Quando faço um skype para mostrar aquela linda paisagem da Europa, a primeira coisa que escuto antes de um oi, tudo bem é: Nossa, engordou, né? A Europa está te fazendo bem! Ou abro meus áudios e … Você já emagreceu? Olha lá, hein! Isso quando não te marcam em uma “penca” de links no facebook ou te enviam artigos para você resolver o ‘seu’ problema. Afinal, de quem é o “problema”? Quem perguntou alguma coisa? A falta do bom senso e a delicadeza realmente deveria ser uma dádiva do Ser Humano, para que nunca fosse perdida e tão pouco esquecida.

Quando falo nos meus post que a experiência de morar fora é única, sim, muito. Não me arrisco a escrever sobre, pois seria injusta em perder a riqueza de detalhes. A mente abre, passamos a ser mais observadores e ter uma busca constante em como ser uma pessoa melhor  a cada dia em todos os sentidos, mas não com coisas pequenas, mas sim, com o que importa, com o que vale a pena viver nessa vida tão curta.

 

Comentários