Um blog com dicas e experiências sobre viagens pela Europa. Aqui contamos a nossa historia :-)

Saiba por que pilotos e co-pilotos nunca podem comer a mesma refeição

piloto copiloto
259

Pilotos e co-pilotos são aconselhados a não comer as mesmas refeições quando estão trabalhando. A intoxicação alimentar em um avião é rara, mas ainda é possível.

Se algo estiver errado com a refeição (como a intoxicação alimentar), o outro piloto não será afetado e poderá assumir o controle.

A regra não é exigida pela Administração Federal de Aviação, mas a maioria das companhias aéreas tem suas próprias regras sobre isso.

A segurança dos passageiros das companhias aéreas depende de um convés de vôo tranquilo e controlado. Então, quando os pilotos de companhias aéreas comerciais aparecem para trabalhar, eles têm regras muito diferentes do que o resto de nós, passageiros.

Por exemplo, os pilotos podem solicitar colegas de trabalho específicos com quem preferem não compartilhar um cockpit. E há outra regra que impede que pilotos e co-pilotos comam as mesmas refeições enquanto estão trabalhando.

Embora a regra possa parecer arbitrária, há realmente um bom raciocínio por trás disso. Se, por exemplo, algo der errado com uma refeição,  o outro piloto não será afetado e pode assumir as funções.

Os pilotos geralmente são encorajados a impedir alimentos como peixes crus antes e durante o vôo para evitar uma situação como a descrita de forma “cômica” em pleno voo!

Em uma entrevista com a CNN, o capitão Han Hee-seong, da China Eastern Airlines, disse que o piloto geralmente recebe a refeição da primeira classe, enquanto o co-piloto recebe a refeição da classe econômica. Embora alguns pilotos da Quora tenham relatado que um primeiro oficial genérico geralmente deixa o primeiro oficial escolher sua refeição primeiro.

A intoxicação alimentar a bordo de aviões é rara, embora tenha acontecido. Em 1982, alguns pudins de tapioca incapacitaram 10 membros da tripulação – incluindo o piloto, o co-piloto e o engenheiro de vôo.

Em um vôo de Boston para Lisboa, o vôo foi capaz de se virar e aterrissar em Boston sem mais incidentes. De acordo com dados de 2010, pelo menos dois pilotos no U.K, cairam doentes por conta de uma intoxicação alimentar naquele ano enquanto estava no cockpit, embora a causa da intoxicação alimentar pudesse ter sido causada por algo comido antes do embarque. No entanto, o melhor é prevenir. 😉

 

Fonte: Insider

Foto: Justplanes

Comentários