O que é proibido levar na bagagem de mão

Desde a aplicação das novas medidas de segurança para passageiros que vão embarcar num avião, instauradas em Janeiro de 2004, preparar a bagagem de mão tornou-se uma tarefa cada vez mais complicada e meticulosa.

Prova disso são as enormes filas que se acumulam nos controlos de segurança que dão acesso à porta de embarque dos aeroportos e os aumentos dos registros realizados pelos agentes de segurança.

Para evitar surpresas convém saber antecipadamente que artigos se podem levar na bagagem de mão e qual a bagagem de mão proibida que é melhor deixar em casa.

 

1. Líquidos proibidos:

Os passageiros não estão autorizados a transportar líquidos na bagagem de mão, salvo os que sejam transportados em recipientes individuais de capacidade não superior a 100 mililitros ou equivalente (100g / 3 Oz), acondicionados num saco de plástico fechado e transparente e que possa ser aberto e fechado de novo (com zip lock ou equivalente), de capacidade não superior a 1 litro por passageiro (totalizando, no máximo, 10 frascos de 100 ml).

2. Armas de Fogo e Armas em geral:

Estão proibidos todos os dispositivos que podem ou aparentam poder ser utilizados para causar ferimentos graves através do disparo de um projétil.

centro-77085

3. – Dispositivos neutralizantes

dispositivos destinados especificamente a atordoar ou a imobilizar.

– Objetos pontiagudos ou cortantes:
Objetos que, devido à sua ponta afiada ou às suas arestas cortantes, podem ser utilizados para causar ferimentos graves.

– Objectos que podem causar ferimentos graves se utilizados para agredir alguém fisicamente.

4. Explosivos e substâncias e dispositivos incendiários

Materiais e dispositivos explosivos e incendiários que podem ou aparentam poder ser utilizados para causar ferimentos graves ou para ameaçar a segurança da aeronave.

5. Outras restrições

Fica ao critério dos agentes de segurança ou autoridades competentes proibir outros artigos diferentes aos referidos anteriormente. O pessoal de segurança pode impedir o acesso à zona restrita do aeroporto ou à cabine do avião a qualquer passageiro que transporte consigo um artigo que levante suspeitas, mesmo quando não está incluído na lista de objetos proibidos.

 

Fonte: e-dreams | Volta ao Mundo

Co-Fundadora e Ceo do Europamos. Mãe do Pedro, Carioca que fala "bixcoito" e portuguesa com muito orgulho. Publicitária, Pós Graduada em Gestão Empresarial e apaixonada em viajar, tem como meta dar a volta ao mundo. Mas por hora, encara o maior desafio da sua vida junto com a sua família na Irlanda.