TI

Os profissionais de TI mantêm-se no top dos mais procurados em Portugal

Fruto da escassez de recursos que já existe no setor, mas também da falta de disponibilidade para mudar de emprego, 64% dos profissionais de TI recusaram ofertas de emprego no último ano

Baseando-se num inquérito realizado a mais de 840 empregadores e cerca de 2.600 profissionais de todas as áreas, a Hays afirma que 64% dos profissionais de Tecnologias de Informação recusaram ofertas de emprego em 2016, um aumento de 8% em relação a 2015.

68% dos profissionais do setor estão, também “entre os que demonstram menor disponibilidade para mudar de emprego”. Ainda assim, os profissionais de TI mantêm-se no top dos mais procurados pelos empregadores portugueses, sendo uma das prioridades para startups.

Pela primeira vez desde que se realiza este estudo, a percentagem de empregadores a nível nacional que querem contratar, cerca de 73%, ultrapassou a de profissionais que pretendem mudar de emprego, que se fixou nos 71%.

Segundo Paula Baptista, Managing Director da Hays Portugal, “nunca o interesse dos candidatos em mudar de emprego se apresentou em níveis tão baixos como o deste ano” e que esta “é a primeira vez que a percentagem de empregadores a querer recrutar ultrapassa a de profissionais interessados em conhecer novos projetos”.



Um dos dados interessantes do estudo refere que a maioria das empresas que querem recrutar estão localizadas no Norte e Centro do país.

A questão das competências é também destacada neste estudo, sendo que as empresas inquiridas referem que as instituições de ensino não preparam adequadamente os profissionais para o mercado de trabalho.

Recorde-se que a lacuna em competências digitais já foi identificada pela Hays que num relatório recente referia que Portugal está entre os 4 países com maior desiquilíbrio de competências, um problema que se agravou nos últimos anos.

 

Fonte: Tek.sapo.pt

Co-Fundadora e Ceo do Europamos. Mãe do Pedro, Carioca que fala "bixcoito" e portuguesa com muito orgulho. Publicitária, Pós Graduada em Gestão Empresarial e apaixonada em viajar, tem como meta dar a volta ao mundo. Mas por hora, encara o maior desafio da sua vida junto com a sua família na Irlanda.