canada-profissionais

O governo do Canadá está esperando 300.000 imigrantes para 2017

Emigrar para o Canadá é uma das opções favoritas entre os brasileiros, que buscam trabalhar e ter qualidade de vida

Cada vez mais brasileiros buscam morar fora do país, seja para estudar e dar início a uma nova carreira, para mudar o estilo de vida ou mesmo para encontrar condições melhores de sustento. Quando chega a hora de definir o país de destino, o Canadá, considerado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) um dos cinco melhores países do mundo para se viver em 2016, costuma ser uma das principais opções.

Com uma população envelhecida – o que demanda mão de obra mais jovem para movimentar a economia –, ofertas de emprego em diferentes áreas e uma das melhores qualidades de vida do planeta, o país passou a ser uma das nações mais cobiçadas pelos brasileiros. No último ano, foram 1.358 os que conseguiram permissão para morar no país. Em outubro, o governo canadense deu uma demonstração da receptividade com estrangeiros ao informar que para 2017 são esperados 300.000 imigrantes, 23% a mais do que os 242.700 que entraram lá em 2016.


Mas, afinal, o que é preciso fazer para aplicar para uma permissão de residência no país? O site de VEJA ouviu especialistas em imigração e preparou uma cartilha com tudo o que é necessário para se mudar.

O governo canadense oferece diversos programas de incentivo: para estudantes, famílias, refugiados, empreendedores, profissionais autônomos das áreas cultural e esportiva e para trabalhadores em geral. O programa mais procurado por brasileiros que buscam tentar a sorte no país – e que normalmente atende às necessidades dos que ainda não têm vínculos com o Canadá, mas possuem experiência de trabalho, educação básica e falam inglês ou francês – é o Express Entry

 

Fonte: Veja.com

Co-Fundadora e Ceo do Europamos. Mãe do Pedro, Carioca que fala "bixcoito" e portuguesa com muito orgulho. Publicitária, Pós Graduada em Gestão Empresarial e apaixonada em viajar, tem como meta dar a volta ao mundo. Mas por hora, encara o maior desafio da sua vida junto com a sua família na Irlanda.