Um blog com dicas e experiências sobre viagens pela Europa. Aqui contamos a nossa historia :-)

Louvre: dez curiosidades sobre o museu mais visitado do mundo

2.219

Em 2015, o Museu do Louvre, em Paris, continuou a ser o museu mais visitado do mundo. Sabe tudo sobre este museu parisiense? Fique a conhecer dez curiosidades sobre este espaço.

1 – Sabia que o que hoje conhecemos como Museu do Louvre começou por ser uma fortaleza que foi edificada em 1190, no reinado de Filipe II? A ideia era defender a cidade das invasões vikings

2 – Hoje em dia, o museu tem um espaço onde é possível observar estas antigas fundações, que se encontram na ala Sully. Mas foi apenas durante as escavações para a construção das pirâmides de vidro, finalizadas em 1989, que esta descoberta foi feita.

3 – O Louvre, que foi residência oficial da monarquia francesa até ao reinado de Luís XIV, em 1682, começou a sua transformação em museu em 1692. No entanto, para que este trabalho ficasse finalizado, foram necessários mais de 200 anos. O complexo de edifícios só foi completamente usado como museu em 1993.

4 – Apesar de os reis franceses serem apreciadores de arte, e consequentemente bons colecionadores, a verdade é que foi graças a Napoleão, nas suas investidas pelo Egito e por Itália, que grande parte do espólio do museu foi composto.

5 – Pode ser uma das obras mais emblemáticas do Louvre, mas as famosas pirâmides de vidro foram tudo, menos consensuais. A obra, encomendada por François Mitterrand, em 1984, esteve envolta em polémica uma vez que os seus principais críticos defendiam que a estrutura seria demasiado futurista para o estilo do Louvre. Caso para dizer: o que lá vai, lá vai.

6 – É verdade que a pintura mais emblemática e mais famosa do Louvre é a “Mona Lisa”, que teve direito a uma sala com o seu próprio nome. O que muita gente pode não saber é que, exatamente no lado oposto a esta obra de Da Vinci, se encontra a maior pintura exposta deste museu. Trata-se do quadro “As bodas de Caná”, com 6,6m x 9,9m, da autoria de Pablo Veronese, que invoca a célebre história bíblica da transformação de água em vinho.

7 – Se é fã do livro “O código de Da Vinci”, de Dan Brown, saiba que há roteiros criados especialmente para aqueles que querem seguir os mesmos passos de Robert Langdon e Sophie Neveu.

8 – Por falar em código, saiba que é no Louvre que está patente o único exemplar do mundo de um “Código de Hammurabi”, um conjunto de leis escritas, oriundo da Mesopotâmia, descoberto por uma expedição francesa em 1901.

9 – Dica de viajante: usar uma porta de entrada que quase ninguém se lembra que existe. Chama-se Porte de Lions e encontra-se à direita da entrada da pirâmide de vidro, aquela que chega a ter filas enormes.

10 – Outra dica de viajante, que alguns podem desconhecer, é que o Louvre está aberto até mais tarde às quartas e às quintas, encerrando portas às 21h45. Neste horário pode ser que consiga ver a “Mona Lisa” sem ter de enfrentar uma multidão. Saiba também que os primeiros domingos dos meses de outubro a março são gratuitos para todos os visitantes.

 

Leia Mais:

Passeios Imperdíveis pela Eslovênia
As Melhores cidades para trabalhar em 2016
Lugares para conhecer quando se aposentar
Promoção de passagens para a Irlanda. Voos para Dublin por R$ 1503!
Projeto oferece green card para famílias brasileiras
Curiosidades sobre a Varsóvia
Cambridge disponibiliza conteúdo on-line grátis para você aprender inglês
Uma cidade sem ruas na Holanda
Cidades mais baratas para morar na Europa
A pérola escondida no meio do Leste Europeu

 

 

Fonte: Sapo Viagem

 

Comentários