Um blog com dicas e experiências sobre viagens pela Europa. Aqui contamos a nossa historia :-)

Mães pelo mundo – Ludmila – Da Moldávia para Irlanda

272

Tomar uma decisão que pode mudar a sua vida já é uma tarefa bem difícil, agora imagina quando essa decisão afeta diretamente a vida do seu filho de apenas cinco anos de idade. O coração aperta, a cabeça fica a mil, medo, incerteza e muitas noites com insônia.

Tive a oportunidade de conhecer algumas mães que como eu optaram por mudar de país com filhos pequenos. Conversando com as minhas novas amigas, constatei que cada uma delas possuía uma razão diferente para mudar, entretanto, percebi que para as questões que envolviam os nossos filhos o sentimento era o mesmo, ou seja, mãe é tudo igual em qualquer lugar do mundo, como dizia a minha amada avó.

Leia o depoimento da Ludmila, que deixou a Moldávia com a família para viver em Dublin.

logo-maes-pelo-mundo-branca


Nome: Ludmila
Filhos: Daniel e Dimitria
Idade: Daniel 6 / Dimitrita 3 meses
Local de origem: Moldávia
Mudança para: Dublin, Irlanda


Quanto tempo mora em Dublin?

Moramos em Dublin há 1 ano

Por que da escolha?

Eu escolhi a Irlanda porque tenho família aqui.

Quem vive com você?

Meu marido e meus 2 filhos

Adaptar-se a um novo país foi fácil?

Sim, bem parecido com meu país.

O que você gosta nesse novo lar ?

Eu gosto de Dublin porque é uma cidade bonita e limpa, bons transportes públicos e organizados. E possui boas pessoas para se conviver.

O que não gosta?

Os altos preços de aluguéis.




Com quanto tempo aprendeu a língua local?

Mais ou menos 1 ano.

Sobre os transportes públicos? Funcionam? São acessíveis financeiramente?

Sim. Uso quando preciso e me atende muito bem. Não são tão baratos.

Existe a necessidade de ter carro?

No momento não.

Sobre a escola para o seu filho? Como funciona? Esta satisfeita?

É pública, com pequenos custos, só em material, o ensino de qualidade. Já é a segunda escola dele aqui na Irlanda, pois tivemos que nos mudar.

Sobre aluguéis? Fácil alugar? Os valores são acessíveis?

Não é tão fácil alugar, mas acredito que para europeus existe uma facilidade maior, porém, os aluguéis não são baratos.

O que costuma fazer com seus filhos nas horas de lazer?

Costumamos a ir aos parques, shopping, fazer esportes e as vezes ao cinema.

Seu filho nasceu aqui? E quanto aos cuidados de saúde para o parto?

Minha filha de 3 meses nasceu aqui. A saúde aqui é muito boa, os médicos são bem profissionais e atenciosos.
O governo oferece toda a assistência para a mãe e a criança gratuitamente, além do child Benefit (uma quantia dada pelo governo como benefício) que complementa a renda da família.

Planeja ficar ou se mudar?

No momento ficar.

Ludmila estudou antropologia em seu país, mãe do Daniel, amiguinho do Pedro e uma simpatia.

Comentários